É preciso ter uma pós-graduação para dar aulas para a Educação Especial?


A Educação Especial visa atender de forma especializada os estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e/ou transtorno do espectro autista e altas habilidades/superdotação, para que possam fazer jus ao seu direito de acesso ao ensino regular. Poder lecionar para esse público tem sido desejo de muitos futuros professores. Porém, uma dúvida surge: é preciso ter uma pós-graduação para dar as aulas?

Pós Graduação EAD

Bom, antes de mais nada é importante esclarecer que basta ter uma licenciatura em Pedagogia ou em Educação Especial para estar apto. Nesses cursos você irá adquirir habilidades e experiência necessárias, uma vez que dentre as disciplinas aprendidas estarão História da Educação, Formação Docente para a Diversidade, Psicologia da Educação, Didática e Prática de Ensino, Psicologia, entre outras.

Ter, durante o curso, acesso a essas ferramentas, certamente fará de você um(a) excelente professor(a) na Educação Especial, pois terá total conhecimento de como lidar com as mais diversas situações que podem acontecer em uma sala de aula. E isso, pode ter certeza, é fundamental para a profissão, independente de qual seja a turma.

Agora, nada te impede de fazer uma pós-graduação em Educação Especial, que te deixará ainda mais preparado para lidar com todas as diferentes particularidades dos alunos, e claro, será um upgrade a mais, que pode te deixar em vantagem na disputa por uma vaga no mercado de trabalho em relação àqueles que possuem apenas a graduação.

Entre as opções de pós em Educação Especial EAD podemos citar Educação Especial e Psicomotricidade, Psicopedagogia com Ênfase em Educação Especial, além de Educação Especial com as seguintes ênfases: Deficiência Auditiva; Deficiência Intelectual; Deficiência Intelectual, Física e Psicomotora; Deficiência Visual e Sistema Braille, Deficiência Visual, Auditiva e Surdocegueira; e Transtornos Globais de Desenvolvimento (TGD) e Altas Habilidades. Além ainda da pós-graduação em Educação Especial e Inclusiva, e com ênfases em: Surdez e Libras; e Tecnologia Assistiva e Comunicação Alternativa.

Para te ajudar a fazer a melhor escolha ao iniciar sua graduação ou sua pós, listamos abaixo três das mais conceituadas instituições EAD, onde é possível encontrar não apenas as licenciaturas em Pedagogia e Educação Especial, como as especializações citadas:


EAD Pleno Unifacvest


No EAD Pleno Unifacvest é possível fazer sua graduação em Pedagogia ou Educação Especial escolhendo entre duas opções de duração e valores de mensalidade. Além de oferecerem também algumas pós-graduações na área.


EAD Pleno Unilins


A exemplo da Unifacvest, no EAD Pleno Unilins também é possível escolher em quantos meses quer estudar e quanto quer pagar de mensalidade nos cursos de licenciatura em Pedagogia e Educação Especial, bem como há também opções de pós-graduações.


EAD Pleno São Luís


E por fim, mas não menos importante, no EAD Pleno São Luís você poderá fazer o curso de Pedagogia com extrema qualidade, além de ter todas as pós-graduações citadas no texto disponíveis por valores inacreditáveis.
Esperamos com esse texto ter conseguido responder sua pergunta sobre ser necessário ou não ter uma pós-graduação para dar aulas na Educação Especial. E claro, ajudado a enraizar ainda mais em sua cabeça essa vontade tão louvável de lecionar para um público que além de aprender, irá te ensinar muito.

Comentários

Postagens mais visitadas